MARÇO DE 1964

Old Man
Este texto é atribuido a Alexandre Paz Garcia, publicado no aniversario da revolução militar de 31 de março de 1964. Vale a pena ler este texto, o qual retrata com absoluta fidelidade, tudo que ocorreu, nesse periodo de 20 anos, mencionando os excessos cometidos pelos dois lados e analisando com absoluta imparcialidade, tudo que ocorreu realmente;

2 de abril de 1964

2 de abril de 1964

em contra partida a famigerada comissão da verdade criada por esse governo, que imputa aos militares os assassinatos e as torturas cometidas, e do outro lado isenta de qualquer culpabilidade, os terroristas que  mataram, torturaram, explodiram bombas, matando inocentes, assaltando bancos, mas transformados em herois, que foram beneficiados pela anistia ampla geral e irrestrita, concedidas pelos militares, que possibilitou aos mesmos indenizações vultuosas e pensões  vitalicias de nivel elevado e que hoje ocupam cargos importantissimos neste governo. Eu vivenciei essa época. O autor teve coerência e isenção de pensamentos. Desarme-se. Não o encontrei em outro lugar da internet que pudesse indicar o link. Então, leia o texto. Vale a pena

“Revolução de 31 Mar 64 – Uma sucinta análise para a atual juventude

Gostaria de dizer algumas coisas sobre o que aconteceu no dia 31/03/1964 e nos anos que se seguiram. Porque concluo, diante do que ouço de pessoas em quem confio intelectualmente, que há algo muito errado na forma como a história é contada. Nada tão absurdo, considerando as balelas que ouvimos sobre o “descobrimento” do Brasil ou a forma como as pessoas fazem vistas grossas para as mortes e as torturas perpetradas pela Igreja Católica durante séculos. Mas, ainda assim, simplesmente não entendo como é possível que esse assunto seja tão parcial e levianamente abordado pelos que viveram aqueles tempos e, o que é pior, pelos que não viveram. Nenhuma pessoa dotada de mediano senso crítico vai negar que houve excessos por parte do Governo Militar. Nesta seara, os fatos falam por si e por mais que se tente vislumbrar certos aspectos sob um prisma eufemístico, tortura e morte são realidades que emergem de maneira inegável.

Leia a integra:Revolução de 31 Mar 64 – Uma sucinta análise para a atual juventude

Foto: Marcha comemomarando a caida de João Goulart, junta 1 milhão de participantes no Rio de Janeiro

About these ads

One Response to MARÇO DE 1964

  1. Anhangüera® disse:

    Ancião, mandei esse texto para o P&P há algum tempo. Só é preciso deixar claro que o texto é de Alexandre Paes Garcia, não do Alexandre Garcia que é comentarista da Globo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 112 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: